Número total de visualizações de página

terça-feira, 1 de janeiro de 2013

Azenha do Mar

Terminar o ano de 2012 sem a despedida com um passeio de mota em Dezembro era coisa impensável.
Encarregue o Nosso Grande Comandante de “descobrir” um dia sem chuva no final do ano, com doutas palavras enviadas por e-mail a seguir ao Natal, sentenciou:
- Domingo, dia 30 não chove.
Escolhido para degustação o restaurante “Azenha do Mar”, que se situa na bela aldeia à beira mar com o mesmo nome e que se evidencia pela sua atmosfera descontraída e simplista.
O ponto de encontro para partida, mais um vez foi em Sines na pastelaria "Os Galegos".
Ali ficou decidido que a concentração e partida para o próximo passeio será em Santiago do Cacém na cervejaria “Covas”.
A acompanhar o Capitão Espargo apresentaram-se dois estreantes companheiros nestes passeios gastronómicos, dois Zés, com duas poderosas Ducati Diavel.
Com mota nova, Aprilia Shiver 750 se apresentou também o M.V., ausência notada nos últimos passeios.
Definido o trajecto de ida:
Sines, Cercal, Colos, atalho por estrada municipal, rumo à nacional 263, Relíquias, Bemposta, Odemira. Paragem para um cafézinho no restaurante “O Tarro”.
Intrigado em saber o porquê do Homem do Caminhão Tir ter parado em Colos e mandado seguir algumas motas que vinham atrás dele, perguntei-lhe a razão. Com espanto ouvi que o cheiro a gasolina saído dos escapes da Fj 1200 do Capitão Espargo lhe incomodavam as narinas. Veio-me à memória os lamentos ouvidos ao Q.F., que tantas vezes se queixou que a minha saudosa Suzuki lhe perturbava a concentração na condução pelo excesso de cheiro a óleo queimado que o escapa emanava.
-Oh!!! Q.F., volta rápido à companhia do grupo e aos passeios, precisamos das tuas hilarintes histórias e justificações. Ou voltas, ou pelo sucedido rápido serás destronado!
Tempo ainda para o P.C fazer um telefonema para o restaurante, que pouco adianta, já que não fazem reservas. Procurado por pessoas de todo o país,o restaurante distingue-se pelas intermináveis filas de espera e pela qualidade dos seus pratos. Os preços baixos, o marisco e peixes frescos apanhados mesmo ali ao lado, garantem casa cheia todos os dias
Brejão, Azenha do Mar.
Esta pequena aldeia alentejana piscatória situada na esplendorosa costa vicentina, onde a serenidade e o magnetismo que a envolvem delicia e apaixona qualquer pessoa é um perfeito escape ao alcance de todos. Rodeada por uma terra muito fértil onde existem inúmeros campos agrícolas, é vizinha de belas praias arenosas, como a praia do Carvalhal ou a praia da Amália, onde a fadista Amália Rodrigues possuía uma casa
Chegados em boa hora, lá conseguimos 20 lugares, em mesa corrida ao centro da sala.
Deliciosos perceves fresquinhos para entrada, com o inigualável sabor a mar, para mim o rei do marisco, feijoada de marisco e massa de tamboril foram os pratos escolhidos.
Estranhei não ver o marido da Dª Alzira, a cozinheira que sabe como ninguém o que fazer com as panelas, à entrada a anotar a lista de espera. Perguntei a uma funcionária se tinham mudado a gerência, disse-me que sim, tinha sido assumida pela funcionária mais antiga da casa.
A verdade é que a qualidade estava lá sem o mínimo reparo, a quantidade sempre a fazer justiça ao apregoado que a dose para dois chega sempre para três pessoas, exceção feita aos alarves do meu calibre, e os preços sempre em devida conta, como de costume, baixos.
Regresso a casa. Alguns evidenciavam a impaciência pelas compras de última hora, para o preparar do banquete para o jantar de fim de ano do dia seguinte.
Brejão, S. Teotónio, Estopeira, Mal Lavado, Longueira, Vila Nova de Milfontes, Brunheiras, Ribeira da Azenha, Porto Covo, S. Torpes, Santo André.
É absolutamente fantástico passear de mota entre Porto Covo e S. Torpes a ver o mar com o sol a por-se e a brilhar refletido sobre a água, abrir a viseira do capacete, sentir o ar fresco e salgado, cheirar a maresia intensa e real.
É tempo agora de com muita calma, começar a preparar toda a logística para o grande passeio a Marrocos, agendado para a primeira quinzena de Abril deste novo ano de 2013.
Bom Ano, Vida Nova
Boas Curvas
Zé Morgas

Sem comentários:

Enviar um comentário