Número total de visualizações de página

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Barragem de Alqueva













No que respeita ao Alqueva, o nível da descarga aumentou ontem para 1,36 milhões de litros por segundo – mais 360 mil litros do que no dia anterior –, 400 mil dos quais debitados pela produção de energia e o resto pelos dois descarregadores”.
Foi ao ler esta notícia no Correio da Manhã, há uns dias atrás, que decidi visitar a barragem de Alqueva. A última vez que lá tinha estado, remonta ao ano de 2000, 13 de Fevereiro. Organizou nessa data, o meu grupo de mototurismo, um passeio a Moura, com uma visita a um lagar de vara. Tirou o grupo uma foto na velhinha ponte, entretanto demolida, com o paredão em construção como pano de fundo.
Mais, ao ler a notícia, veio-me igualmente ao pensamento uma visita que fiz com o meu amigo “Ruço” à barragem de Itaipu, no rio Paraná, na Foz do Iguaçu, no Brasil. Uma barragem com um paredão monstruoso, têm mais de sete quilómetros de comprimento.
Simplesmente impressionante.
Tivemos a sorte de nesse dia ver um espectáculo único, belo. Uma descarga de água, não sei, se jamais voltarei a ver outra com a mesma imponência. Lembro-me de ter ouvido, da parte do guia da barragem, que o caudal da descarga era superior ao caudal das cataratas da Foz do Iguaçú.
Foi com a esperança de ver novamente esse grandioso espectáculo, que no domingo me desloquei até á barragem de Alqueva.
Assim que cheguei, constatei logo que as descargas estavam fechadas. Paciência, outras oportunidades haverá. Triste como eu, deveriam estar os milhares de pessoas que ali se deslocaram nesse dia.
Contudo, torna-se um passeio agradável e bonito, rolar pela M 517 e pela N 256 com a água quase a lamber o asfalto. È um dia bem passado, com um generoso intervalo, para um bom almoço. Seja por Serpa, Moura, Amareleja, Mourão, Reguengos, Monsaraz, etc. A oferta é muita e de qualidade.





















Zé Morgas

2 comentários:

  1. Bom...
    Uma maneira de exprimir única.
    Uma memória prodigiosa.
    Uma maneira simpatica de levar a conhecer o nosso Pais.
    Parabens Zé continuas a ser único

    ResponderEliminar
  2. Belas fotos Zé.És um Cidadão do Mundo mas antes do mais és um fantástico alentejano.
    Divulga o teu Alentejo,divulga o nosso País!
    Hás-de experimentar Trás-os Montes.Falamos com o Gonçalves em Bragança,e eu tenho uma moradia em Torre de Moncorvo,desabitada,e podias fazer um tour.Força Zé!Dia 20 lá estaremos em Mangualde.

    ResponderEliminar